Reforma da previdência é desdobramento da reforma trabalhista de Temer

O ex-presidente Temer e o atual Bolsonaro têm um ponto em comum: sua agenda anti-trabalhador.

O governo Temer implementou a reforma trabalhista. Bolsonaro tenta emplacar a da Previdência.

A Reforma Trabalhista retirou direitos históricos e importantes dos trabalhadores.

Como era de se esperar, a categoria comerciária, sobretudo as mulheres que trabalham no comércio, foi a mais prejudicada.

O trabalho intermitente, por exemplo, paga por dia trabalhado na rede MacDonalds menos do valor de um sanduíche Big Mac.

Ambientes insalubres já não são mais obstáculos para o trabalho feminino de gestantes. 

E por aí vai.

Na época, a direção do Sindicomerciários alertou e esclareceu massiçamente à categoria sobre os riscos da aprovação daquela reforma. 

O resultado está aí. 

Mais uma vez, o Sindicato reafirma que fora da entidade o trabalhador está desprotegido. 

A reforma trabalhista foi pensada estrategicamente para acabar com os sindicatos e distanciá-los dos trabalhadores.

Mais do que nunca torna-se urgente e fundamental os trabalhadores estarem junto ao Sindicato. Se sindicalizando e fortalecendo a luta para evitar medidas ainda piores que estão por vir. 

Venha para o Sindicato. Sozinhos pouco podemos fazer. 

Vamos juntos combater os inimigos dos trabalhadores e dos nossos direitos.

Lido 446 vezes
Avalie este item
(2 votos)
Publicado em Artigos
Jorge Oliveira

Jorge Domingos de Oliveira é Suplente da Diretoria do Sindicomerciários-ES.

Denúncias

Se você está sofrendo qualquer tipo de abuso no seu local de trabalho, o Sindicato sempre será o seu maior aliado!

Informativos



Siga-nos nas redes sociais

Receba nossas notícias