Concessionárias

Concessionárias (45)

Quinta, Jun 20 2013

Empresários do setor de concessionárias já têm na ponta da língua a justificativa que irão utilizar para se recusar a conceder as reivindicações dos trabalhadores em concessionárias na Campanha Salarial deste ano: a produção em 2012 inferior a do ano anterior. Embora verdadeira, a informação encobre uma farsa, como se pode ler a seguir.

O setor de venda e revenda de veículos explodiu em 2012. Comercializou pelos menos 400 mil unidades a mais que no ano anterior, 2011. Motivo suficiente para os empresários festejarem e concederem as reivindicações salariais dos comerciários que trabalham em concessionárias, certo? Errado. Apesar do lucro, os patrões sempre choram miséria para atender as demandas dos empregados. E para este ano o discurso já está pronto: irão alegar que se produziu menos em 2012 que em 2011. A informação está correta, mas está longe de justificar o não atendimento das reivindicações dos trabalhadores.

No ano passado o setor vendeu sete veículos novos por minuto, 10 mil por dia e 3,8 milhões nos 12 meses. O ano de 2012 terminou com alta de 4,6% nas vendas. Para 2013 a expectativa é de crescimento de mais 4%. “Apenas com a redução do IPI a partir de maio o setor vendeu quase meio milhão de unidades em 2012”, informa o presidente do Sindicomerciários, Jakson Andrade.

“O Brasil nunca vendeu tanto carro quanto no ano passado”, disse o dirigente, segundo o qual a queda de 1,9% do número de veículos fabricados no país, a primeira dos últimos dez anos, se deu exclusivamente com caminhões, ônibus e veículos comerciais leves.

“A produção de carros particulares aumentou”, disse. Além da redução do IPI, o setor também foi impulsionado por um programa lançado pelo governo federal para estimular a inovação em troca de redução de impostos para os fabricantes locais.

Quinta, Jun 20 2013

A CCT deste ano garantiu uma conquista inédita para a categoria: plano odontológico gratuito com ampla cobertura. Com isso, os comerciários de concessionárias do estado do Espírito Santo passam a ser os únicos do país a possuir esse tipo de benefício. “Foram várias rodadas de negociação desde março, culminando com nossa data-base, dia 9 de maio, mas o esforço valeu a pena”, avaliou o presidente do Sindicato, Jakson Andrade.

A CCT deste ano também manteve o plano de saúde ambulatorial e seguro de vida gratuitos, reajuste de 8% nos salários com reposição da inflação e ganho real, 9% de aumento no piso, que passa para R$ 748,00, tíquete-alimentação de R$ 13,20 e muito mais. A CCT 2013/14 também segue publicada na íntegra nesta edição.

Quinta, Jun 20 2013

Após um longo e árduo processo de negociação, a direção do Sindicomerciários-ES fechou com Sincodives duas convenções coletivas de trabalho (CCT) simultaneamente: a de 2012/13 e a deste ano, 2013/14. Em processo de dissídio coletivo, a CCT do ano passado se arrastou por mais de um ano no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e é publicada na íntegra nesta edição do "Troco". Leia atentamente o que a CCT garante e verifique se recebeu aquilo que a Convenção determina. Os valores são retroativos a maio do ano passado.

"Leia com atenção sua Convenção Coletiva, conheça em profundidade seus direitos e, caso se sinta lesado no cumprimento do que foi acordado, entre imediatamente em contato com a direção do Sindicomerciários através da sede na Grande Vitória ou nossas representações regionais. A direção do Sindicato e seu departamento jurídico não pouparão esforços para garantir que seus direitos sejam cumpridos conforme determina a Convenção", finalizou a diretora da Secretaria de Assuntos Jurídicos do Sindicato, Genilda Bochou.

Pagina 4 de 4

Denúncias

Se você está sofrendo qualquer tipo de abuso no seu local de trabalho, o Sindicato sempre será o seu maior aliado!

Informativos



Siga-nos nas redes sociais

Receba nossas notícias