Clipping
Promoção especial do Dia das Crianças (Quarta, 15 Agosto 2018 09:57)

Concessionárias: Sindicomerciários impede golpe dos patrões contra os trabalhadores

A direção do Sindicomerciários conseguiu judicialmente, nesta quinta-feira (dia 30), anular os efeitos da assembleia fraudulenta convocada na surdina por empresários de concessionárias para criar um sindicato de caráter exclusivamente patronal, mas que se passaria por representante dos trabalhadores do setor. O pedido de suspensão foi concedido pela Justiça através de liminar. A realização da assembleia foi denunciada ao Sindicomerciários por trabalhadores em concessionárias revoltados por estarem sendo pressionados e obrigados pelos patrões a comparecer no local 

A assembleia marcada para às 19h, em uma sala comercial que sequer cabiam 10 pessoas, localizada em um prédio no final da Reta da Penha, foi realizada no tempo recorde de 15 minutos, insuficiente para se fazer chamada dos presentes, apresentar a chapa do sindicato fantasma e, ainda por cima, ler todo o suposto estatuto de criação do sindicato fantasma.

A direção do Sindicomerciários, que realizou manifestações ao longo do dia denunciando a fraudulenta manobra patronal, foi impedida por um forte esquema de truculentos seguranças de entrar no prédio em que se localiza a sala da assembleia mandrake. 

Toda essa manobra orquestrada pelos patrões em concessionárias - sobretudo os grupos Orletti e Líder/CVC - tem sido executada pelo gerente comercial do braço automotivo do grupo Orletti, Bruno Fortes da Silva. E não é pouca coisa. O homem é poderoso. O ramo do grupo Orletti que ele gerencia, atua aqui no estado e em outras duas unidades da federação (MG e BA), representando seis concessionárias: Orvel (Volkswagen automóveis), Man (Volkswagen caminhões e ônibus), Belle (Fiat), Nova (Ford), Atlântica (Renault) e HBM (Hyundai), distribuídas em 14 lojas. 

O grupo Orletti possui, também, marca própria para veículos seminovos (Rede 10), distribuídas em seis lojas, e para distribuição de veículos novos multimarcas (Rede Marcas), igualmente com seis lojas. Como se percebe, o executivo Bruno Fortes, que articula a criação do sindicato malandramente de trabalhadores, está muito distante do perfil de um trabalhador em concessionárias.

Lobo em pele de cordeiro

“É esse tipo de gente, típico lobo em pele de cordeiro, que trama um golpe contra os trabalhadores e o Sindicomerciários, único, verdadeiro e legítimo representante dos empregados em concessionárias. E é esse tipo de gente que pretende negociar em seu nome o acordo salarial”, denuncia o presidente do Sindicomerciários, Rodrigo Rocha, segundo qual, se, de fato, eles estivessem interessados em melhorias para os trabalhadores já teriam negociado há muito tempo com o Sindicomerciários.

Rodrigo orienta à categoria para que denunciem anonimamente sua empresa ao Ministério Público (27 3194-4500), caso você tenha sido obrigado a comparecer à assembleia. “O Sindicomerciários continuará atento e vigilante, política e juridicamente, para evitar que os patrões se organizem e enganem os trabalhadores com sindicatos fantasmas”, finalizou Rodrigo.

Lido 92 vezes
Avalie este item
(1 voto)
Publicado em Destaques

Denúncias

Se você está sofrendo qualquer tipo de abuso no seu local de trabalho, o Sindicato sempre será o seu maior aliado!

Informativos



Siga-nos nas redes sociais

Receba nossas notícias