Direitos trabalhistas: ataques do Governo Federal a todo vapor

Uma ampla reforma trabalhista em 2017 foi comemorada por setores empresariais e conservadores, sob a desculpa de que geraria 6 milhões de novas vagas de emprego. Passados dois anos, estamos cientes de que a reforma trabalhista de Temer além de não ter gerado novos postos de trabalho, retirou dos trabalhadores direitos históricos.

A história se repete, com requintes de crueldade ainda piores. O programa "Verde Amarelo", lançado pelo Governo Bolsonaro, não é um Medida Provisória como eles chamam, na verdade é uma NOVA reforma trabalhista que cria um contrato de trabalho precário, aumenta a jornada de trabalho, enfraquece os mecanismos de fiscalização e punição às infrações, fragiliza ações de saúde e segurança, reduz ação sindical, além, é claro, de trazes prejuízos no bolso do trabalhador.

Receber até 80% menos do FGTS é covardia! Não podemos aceitar calados mais um corte em nossa "carne".

O Sindicomerciários é totalmente contra a MP nº 905/2019 e não cessará jamais a luta pelos direitos dos trabalhadores.

Lido 438 vezes
Avalie este item
(1 voto)
Publicado em Destaques

Denúncias

Se você está sofrendo qualquer tipo de abuso no seu local de trabalho, o Sindicato sempre será o seu maior aliado!

Informativos



Siga-nos nas redes sociais

Receba nossas notícias