Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

De 2019 para cá, o Salário Mínimo (SM) só fez repor a inflação do período. Ao contrário dos anos anteriores, o menor salário pago no país teve um ganho real de 76%. Ou seja, até 2019 o reajuste salarial não só repôs as perdas em nossos salários provocadas pela inflação como também permitiu um ganho real, um valor acima da inflação.

Apesar do SM (R$ 1.212,00) não impactar diretamente nos salários diretos dos comerciários, uma vez que os trabalhadores do comércio dispõem de um piso salarial (R$ 1.295,25), conquistado pelo Sindicomerciários, esse valor é um fator de reajuste de importantes cláusulas de natureza econômica, igualmente garantidas pelo Sindicato na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Algumas dessas cláusulas são, por exemplo, o auxílio-creche (1/3 do SM) e a quebra de caixa (22% do SM). Quer dizer, quanto maior o ganho real do SM, maios será o nosso auxílio-creche e a quebra de caixa.

E aí, vc acha que a vida do trabalhador comerciário melhorou ou piorou nos últimos anos? Pense, reflita e aja.

×