Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Dirigentes do Sindicomerciários e os trabalhadores de concessionárias de veículos de todo o estado cruzaram os braços em greve nesta quarta-feira, dia 18. A paralisação teve por objetivo pressionar o sindicato patronal representantes das empresas a voltarem à mesa de negociação com o Sindicomerciários.

Desde 2018, após uma manobra dos representantes das empresas de revenda de veículos, o sindicato patronal passou a negociar a Convenção Coletiva dos Trabalhadores (CCT) com uma entidade fantasma, forjada pelos próprios empresários para retirar direitos dos empregados.

A partir de então, os trabalhadores de concessionárias têm perdido direitos históricos assegurados pelo Sindicomerciários em CCT, tais como plano odontológico e seguro de vida, horário de almoço de 80 minutos (hoje o período é de 30 minutos), pagamento de horas para quem é obrigado a participar de cursos e seminários determinados pela a empresa além da jornada de trabalho, redução do adicional por quebra de caixa, entre outros.

A paralisação desta quarta-feira contou com a solidariedade de sindicatos de diversas outras categorias profissionais como o Sinergia, Sindfer, Sindimetal, Sindilimpe, Sintraconst, entre outros.

Vejas todas as imagens abaixo:

×